Publicações

Covid-19 e atendimento por meio de videoconferência

Em função das recomendações do Ministério da Saúde, Organização Mundial de Saúde (OMS), Secretarias de Saúde e autoridades civis sobre a necessidade de distanciamento social, a fim de evitar o alastramento da pandemia da Covid-19, o CEI, que já tem experiência em atendimento por meio de videoconferência desde 2013, está realizando avaliações e atendimentos exclusivamente por meio de videoconferência. Nos últimos anos conduzimos pesquisas para avaliar a efetividade das nossas intervenções realizadas por meio de videoconferência e os dados têm indicado que as intervenções realizadas por meio de videoconferência são tão efetivas quanto aquelas realizadas presencialmente. Dados parciais (há um estudo submetido e outro em andamento) a respeito desses estudos foram publicados em 2019 nos Anais do VIII Congresso Brasileiro de Educação Especial e você pode conferir no link: https://proceedings.science/cbee/cbee-2018/papers/capacitacao-de-cuidadores-de-criancas-com-autismo-por-meio-de-videoconferencia-para-intervencao-comportamental-intensiva#

Além disso, nos livros “Ensino de Habilidades Básicas para Pessoas com Autismo” e “Ensino de Habilidades de Autocuidados para Pessoas com Autismo” há estudos de casos de crianças que foram atendidas por meio de videoconferência.