Publicações

Intervenção Comportamental Precoce e Intensiva com Crianças com Autismo por Meio da Capacitação de Cuidadores

O estudo avaliou os efeitos do primeiro ano de Intervenção Comportamental Intensiva no desenvolvimento de 9
crianças com autismo, com idades entre 1 ano e 3 meses e 2 anos e 11 meses, atendidas por um centro brasileiro especializado.
A intervenção, conduzida por aproximadamente 15 horas semanais, foi realizada na residência dos participantes por meio da capacitação dos cuidadores. As crianças foram avaliadas pelo Psychoeducational Profile-Revised – PEP-R e pelo Inventário Portage Operacionalizado- IPO, no início e ao término da intervenção. Os dados foram analisados individualmente e os resultados indicaram ganhos no desenvolvimento de todas as crianças, embora em graus variados.

Link externo